Menu
sábado, 20 de abril de 2024
Buscar
(67) 9 9845-5408

Policial
Polícia prende em SP dupla que executou homem com 13 tiros em Dourados
Segundo informações, os homens seriam matadores de aluguel a serviço do PCC (Primeiro Comando da Capital)
19 FEV 2024
Redação MS24h
08h00


Segundo informações, os homens seriam matadores de aluguel a serviço do PCC (Primeiro Comando da Capital)
Imagem: Divulgação/PC
Dois dos três suspeitos de matarem Eliston Aparecido Pereira da Silva, 51 anos, foram presos neste sábado (17) ao desembarcarem no Terminal Rodoviário da Barra Funda, em São Paulo (SP). O crime aconteceu em Dourados, na manhã de sexta-feira (16).

Conforme apurou o Campo Grande News, a prisão foi feita pela Polícia Militar de São Paulo após investigações do SIG (Setor de Investigações Gerais) com apoio da PRF (Polícia Rodoviária Federal), ambos de Dourados e do Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado).

Os suspeitos, Igor Franco Ortiz, 33 anos e Fábio Arlindo Cabral Irala, 23 anos, fugiram ônibus da cidade sul-mato-grossense, logo após executarem Eliston e foram capturados assim que desembarcaram em São Paulo. O terceiro suspeito está sendo procurado.]

Ainda segundo apurado pela reportagem, os homens seriam matadores de aluguel, a serviço do PCC (Primeiro Comando da Capital), mas ainda não se sabe se eles vieram para Mato Grosso do Sul apenas para cometer o crime ou se eram moradores do Estado.

Assassinato
Na manhã de sexta (16), Eliston e a mulher chegava em casa, na Rua Reinaldo Bianchi, no Jardim Santa Fé, região oeste de Dourados, quando foram atacados a tiros por três pistoleiros em um Fox prata.

Eliston conduzia uma picape Fiat Toro branca e trocou tiros com os bandidos, mas foi alvejado com pelo menos 13 disparos e morreu quando era socorrido pela esposa. A mulher também participou da troca de tiros, mas não ficou ferida. Duas pistolas descarregadas foram apreendidas pela polícia na residência do casal. Uma bolsa cheia de munições também foi encontrada.

O Fox foi abandonado a 1.500 metros do local, nos fundos do antigo Dourados Park Hotel. Havia marcas de tiros no carro e pelo menos um dos pistoleiros ficou ferido.

2R Entregas