Menu
sábado, 20 de abril de 2024
Buscar
(67) 9 9845-5408

Nomeação
Promotor que atuou em Fátima do Sul em 2016 é nomeado procurador-geral de Justiça
Romão Ávila Milhan Júnior, atuou como promotor de Justiça em 2016 no município de Fátima do Sul. Ele fica no cargo pelos próximos dois anos (biênio 2024/2026) em substituição a Alexandre Magno
28 MAR 2024
Redação MS24h
19h00


A oficialização ao cargo foi feita por meio do Decreto “P” nº 217, de 26 de março de 2024, assinado pelo Governador Eduardo Corrêa Riedel
Imagem: Reprodução/Assessoria
Romão Ávila Milhan Júnior é o novo procurador-geral de Justiça do Ministério Público de Mato Grosso do Sul (MPMS). Eleito na semana passada, o promotor foi oficializado no cargo após nomeação do governador do Estado, Eduardo Riedel (PSDB), publicada no DOE (Diário Oficial do Estado) desta quarta-feira (27).

O promotor fica no cargo pelos próximos dois anos (biênio 2024/2006) em substituição a Alexandre Magno.

Romão foi eleito com 98,63% dos votos, percentual que corresponde a 216 dos 219 eleitores. Puderam votar os procuradores e promotores de Justiça do MPMS.
Romão Ávila Milhan Júnior, atuou como promotor de Justiça em 2016 no município de Fátima do Sul
Imagem: Reprodução/Divulgação
Trajetória
O novo Procurador-Geral de Justiça é paranaense, natural de Umuarama, filho de Romão Avila Milhan e Nair de Bitencourt Avila Milhan. Bacharel em Direito pela Universidade Paranaense graduado em 2007, é especialista em Direito Penal pela Fundação Escola do Ministério Público do Estado do Paraná.

Foi Defensor Público do Estado do Espírito Santo e aprovado em concurso para Juiz de Direito do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Promotor de Justiça do Estado desde 2010, atuou como Promotor de Justiça Substituto nas comarcas de Itaporã, Sete Quedas e Iguatemi. Em substituição, atuou nas comarcas de Ivinhema, Deodápolis, Glória de Dourados, Ponta Porã e em diversas Promotorias de Justiça da comarca de Dourados. Na então primeira entrância, foi titular das Promotorias de Justiça das comarcas de Angélica, Itaporã e Fátima do Sul.

Foi Presidente da Associação Sul-Mato-Grossense dos Membros do Ministério Público (ASMMP) por dois biênios, de 2019 a 2023. Também foi Secretário-Geral da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP) por dois biênios, de 2020 a 2024.

Em fevereiro de 2023, tornou-se Procurador-Geral Adjunto de Justiça Legislativo do MPMS e, em março de 2024, tomou posse como 1º Vice-Presidente da CONAMP, para o biênio 2024-2026.

2R Entregas