Menu
sábado, 8 de agosto de 2020
Buscar
(67) 9 9954-7979

Use Máscara - MS24h
fato ou fake
É falso que Hospital da Sias recebe R$ 18 mil por cada óbito registrado como covid-19
Ministério da Saúde informou que não repassa verba aos estados e municípios por registro de morte por Covid-19.
01 AGO 2020
MS 24h
08h40


Hospital desconhece qualquer normativa do Ministério da Saúde, que oferece aporte financeiro desta natureza
Imagem: Ribero Júnior/MS24h
Algumas mensagens enviadas via Whats App a nossa redação
Imagem: Reprodução
São falsas as afirmações feitas em rede social afirmando que hospitais ou UBS (Únidade Básica de Saúde) recebem R$ 18 mil para cada registro de óbito pelo novo coronavírus. Na noite da última quinta-feira (30), diversas pessoas enviaram mensagens via whats app para redação do Jornal MS 24h questionando a veracidade desta informação.

Segundo relatos dos leitores, uma postagem na rede social Facebook colocava em duvida a morte de um homem de 61 anos ocorrida na noite de quarta-feira (29) no Hospital da Sias em Fátima do Sul. Na postagem um internauta relatava - "será que é uma nova espécie de vírus, ou visaram os 18 mil que recebem por morte?". O internauta ainda relata - "o covid-19 tem sintomas de desmaio? Não afeta os órgãos respiratórios? Ou querem encobrir uma morte que foi, aparentemente, por infarto e meter um covid para livrar a pele do hospital e da médica incompetente que deixou o paciente madruga esperando mais de 20 minutos em uma cadeira de rodas?".

Após nossa redação receber centenas de mensagens, nossa equipe entrou em contato com o Hospital da Sias de Fátima do Sul para falar sobre a denúncia, na qual o hospital recebia dinheiro por cada óbito registrado como covid-19. 

De acordo com a assessoria, em relação aos 18 mil por óbito, o hospital desconhece qualquer normativa do Ministério da Saúde, que oferece aporte financeiro desta natureza. Desta forma a informação postada em rede social é falsa. 

Já sobre a morte do idoso de 61 anos ocorrida na noite de quarta-feira (29), a assessoria informou que o hospital não se manifesta publicamente sobre as causas de morte, devido à questão do sigilo, as informações são passadas aos familiares e aos órgãos pertinentes de acordo com a legislação.

Nossa reportagem entrou em contato com a Secretária de Saúde de Fátima do Sul, porém até o fechamento desta matéria, ela não respondeu nossas mensagens. Já a assessoria da prefeitura negou qualquer recebimento de verba por óbito de Covid-19, e disse que nos próximos dias serão divulgados todos os gastos do município para o enfrentamento do novo coronavírus.

Em nota, o Ministério da Saúde informou que não repassa verba aos estados e municípios por registro de morte por Covid-19. A distribuição dos recursos para o combate à pandemia foi e é feita proporcionalmente ao número de habitantes de cada estado e cidade. Além disso, de acordo com a necessidade local, municípios que já investem recursos para média e alta complexidade tem direito a uma parcela mensal extra.