Menu
sábado, 8 de agosto de 2020
Buscar
(67) 9 9954-7979

Use Máscara - MS24h
giro político
Com as eleições se aproximando, pré-candidatos passam a usar as redes sociais
O que podemos ver nos últimos meses e dias, é que com as eleições se aproximando, alguns pré-candidatos passaram a usar com mais frequência suas redes sociais.
29 JUL 2020
MS 24h
08h00


Com as eleições se aproximando, pré-candidatos passam a usar as redes sociais com mais frequência
Imagem: Divulgação
Ainda faltam 109 dias para as eleições municipais, marcada para acontecer no dia 15 de Novembro. Mas muitos pré-candidatos já iniciaram suas pré-campanhas, alguns vêm usando as redes sociais para falar de seus projetos, outros ainda tímidos, apenas postam fotos de "bom dia", "boa semana" ou destacando datas comemorativas.  O que chamou a atenção da coluna "Giro Político", é que alguns jamais haviam feito isso anteriormente, mas como diz o ditado por ai, "quem não é visto, não é lembrado".

Um leitor relatou recentemente a coluna, que político bom não existe, e que eles só aparecem de 4 em 4 anos. Segundo o leitor já está aberta a temporada para que eles comecem a aparecer e mostrar a cara, e dizer porque desejam disputar o legislativo ou executivo municipal.

Fátima do Sul
A última semana de julho começou com alguns pré-candidatos usando a rede social para desejar uma boa semana aos seus amigos e seguidores. "Bom dia! segunda começando. Ótima semana pra todos!" postou um pré-candidato a vereador. Outro pré-candidato postou, "É começo de semana. Gratidão pelo recomeço, que haja sabedoria nas escolhas. Esperança para acreditar e muita fé para continuar".

Mais Fátima do Sul
Em meio à pandemia na qual vivenciamos neste momento, a rede social é uma excelente ferramenta para os pré-candidatos. Um dos pré-candidatos a prefeito vem usando a ferramenta com mais frequência para contar sua história de vida e mostrar seu currículo. No inicio da semana ele postou. "Começando mais uma semana! Deus nos abençoe e nos guie para que possamos ter grandes conquistas!".

MDB, DEM e PT
O município Favo de Mel possui declaradamente três partido de oposição a atual gestão. O partido do Democratas encontra-se em evidência, além de possuir três vereadores na atual legislatura, possui ainda deputados na região da Gran Dourados, tem o vice-governador de MS e também dois nomes que se destacam no país, sendo o da Ministra da Agricultura Tereza Cristina e do ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. 

Por outro lado, o PT e MDB nos últimos anos sofreram com diversas operações de corrupção envolvendo seus políticos. Mesmo com essas operações, alguns nomes ainda se destacam, e podem fazer a diferença na hora de fazer a articulação para o lançamento de um candidato a prefeito. MDB, DEM e PT articulam para lançar um único candidato para a disputa do Paço Municipal, porém nas ruas e bares da cidade os comentários são de que o forasteiro chegou, chegando, e já é certo que será ele o candidato.

Por falar em forasteiro e candidato, no último domingo dois pré-candidatos a prefeito estiveram na Feira Municipal conversando com os feirantes e comendo pastel. 

Forasteiro
Nas esquinas e bares de Fátima do Sul o comentário já é as eleições municipais, e os comentários que se ouvem é do pré-candidato do MDB, que recentemente retornou ao município após longos anos de trabalho em Três Lagoas. Alguns lhe chamam de forasteiro [pelo tempo que passou fora], outros já acreditam que ele pode ser o salvador da pátria, porém o que realmente se sabe, é que na política de Fátima do Sul tudo pode acontecer assim do nada, as alianças políticas estão abertas. 

A coluna "Giro Político" ouviu algumas pessoas influentes no município, e que já acompanharam diversos pleitos eleitorais, e o que todos disseram, e que as eleições na pequena cidade Favo de Mel muda como um jogo de futebol. "Tudo aqui pode mudar do dia para noite, ou da noite para o dia", disse um ex-vereador, que viu uma eleição da Câmara de Vereadores ter três presidentes em menos de 1 hora, e por fim o presidente eleito não ser nenhum dos três. Outro morador antigo da cidade relembrou 1992, quando Fátima do Sul teve três candidatos a prefeito, favorecendo a reeleição de Hermindo de Davi.

Por fim, relembraram 2004 quando Ilda Machado foi eleita para seu primeiro mandato, porém a lembrança que permanece e da eleição de 1996, quando na cidade já se falava que Ilda venceria de lavada o médico Dilson Deguti, porém quando se encerrou a votação e apuração de votos, Dilson foi eleito com mais de 3 mil votos de diferença. São muitas as histórias, porém aos poucos nossa coluna irá relembrar.

Eleições de 2004
Já que relembramos o ano em que Ilda Machado foi eleita prefeita pela primeira vez, nossa coluna decidiu apurar o que realmente mudou naquele ano na política. Apuramos que o PR (Partido da República) naquele ano lançou Ilda Machado, esposa do deputado Londres Machado como candidata a prefeita após as convenções do antigo PMDB decidir pelo nome do empresário Hermes Valota, e não da empresária Ively Monteiro. 

Lideranças contam que na época, se o PMDB lançasse Ively como candidata, Ilda retiraria seu nome e apoiaria a candidata do PMDB, mas como o mesmo grupo político que hoje tenta emplacar o nome de Dirceu Deguti como candidato optou por Hermes, Ilda foi homologada candidata, tendo como vice na chapa Lauro Andrey, filho de Ively Monteiro. 

Tudo aconteceu em uma única noite. O PMDB se reuniu no com seus membros no clube Nipônico e o PR se reunia na Câmara de Vereadores. Após Hermes ser lançado candidato, Ively e seu grupo seguiu para Câmara onde Ilda o PR lançou a mulher de Londres Machado candidatada a prefeita. Após as convenções partidárias daquele ano, Fátima do Sul contabilizava quatro candidatos, sendo Ilda Machado (PR), Hermes Valota (PMDB), José Durano (PT) e Geraldo Thomaz (PSDB). Poucos dias após o inicio da campanha, o candidato do PMDB desistiu da candidatura.

Fôlego no DEM
O candidato do Democratas em Fátima do Sul ganhou fôlego nos últimos dias, segundo passarinho do bico grande, uma pesquisa mostra o pré-candidato do partido a frente dos pré-candidatos do MDB e PT. Ao saber dos números, o pré-candidato se animou e começou movimentar sua Fan Page no Facebook, onde convidou centenas de pessoas para curtirem-na. O pré-candidato também usou o Whats App para falar dos números da pesquisa, porém foi alertado para tomar cuidado, pois os números da pesquisa podem não refletir o resultado esperado no futuro.

Em busca de uma cadeira
A corrida por uma cadeira na Câmara de Vereadores de Fátima do Sul já movimenta os partidos desde o inicio do ano. Alguns partidos procuraram nomes importantes na sociedade a fim de lançá-los como pré-candidatos a vereadores. Na lista dos partidos estão empresários, professores, funcionários públicos dentre muitos outros. Um levantamento mostra, que o município Favo de Mel poderá ter entre 60 e 80 candidatos a vereadores. Atualmente, mais de 100 nomes foram colocados como pré-candidatos a vereadores. 

Culturama
No distrito de Culturama, distante 32 km da sede do município, 7 nomes são cotados para disputarem uma cadeira no legislativo. Quatro partidos visam lançar nomes que possam ajudar a eleger o maior numero de candidatos, porém ao lançar alguns nomes, o partido invés de ajudar a chapa, esta dificultando ainda mais os seus próprios candidatos.

Segundo um pré-candidato do distrito, dependendo dos nomes homologados como candidatos, o distrito de Culturama pode não ter nenhum representante na Câmara Municipal, haja vista que alguns nomes de pré-candidatos a vereadores no distrito estão sendo cogitados a ser vice na chapa majoritária, mas por outro lado, tem pré-candidatos com medo do amigo se lançar pré-candidato e ele acabar por perder o apoio e consequentemente o voto do amigo e da família do amigo.

Nova Alvorada do Sul
Passarinho do peito amarelo contou a coluna "Giro Político" que o prefeito Arlei Barbosa (MDB) tenta uma última cartada após receber dados de pesquisa de intenção de votos no município. Segundo passarinho, os dados apresentam um numero elevado de rejeição de Arlei, no qual ficou descontente. Após ter conhecimentos dos dados, o prefeito convocou sua assessoria de marketing para traçar novas metas visando elevar sua imagem.

Última cartada
Ainda segundo o passarinho, uma das apostas do prefeito para diminuir sua rejeição e elevar sua imagem na cidade, foi o lançamento da assinatura do contrato de financiamento no valor de R$ 15 milhões com a Caixa Econômica Federal, pois, em 3 anos e 6 meses o município não teve obras, e a única esperança é o que será executado com juros do financiamento, no qual o próximo administrador terá que pagar.

MDB e PSDB juntos
Nossa coluna apurou que o prefeito Arlei Barbosa (MDB) esteve recentemente na capital do estado em busca do apoio político do PSDB de Nova Alvorada do Sul, como do governador Reinaldo Azambuja, porém lideranças do partido em Campo Grande deixaram claro, que o partido até pode caminhar junto com Arlei, porém o grupo na cidade deve apoiar outro candidato. Mesmo assim, o atual prefeito tentou negociar, segundo uma fonte anônima, Arlei ofereceu algumas secretárias para a próxima gestão, vem como uma possível aliança entre PSDB e MDB, onde o partido tucano indicaria o vice na chapa majoritária.