Menu
quarta, 17 de agosto de 2022
Buscar
(67) 9 9845-5408

Dourados
Jovem de 20 anos morre após aplicação de piercing na boca dar errado
Os médicos explicaram que a paciente, moradora de Itaporã, teve 37% do cérebro comprometido após infecção.
11 JUL 2022
Da Redação
21h00


Andressa Souza morreu após passar 24 dias internada em UTI de hospital de Dourados
Imagem: Arquivo Pessoal
A dona de casa Andressa Souza, 20, morreu após passar 24 dias internada e intubada em uma UTI no Hospital da Vida, em Dourados (MS), com um quadro de infecção no cérebro, desenvolvida após um piercing novo, aplicado na boca da jovem, inflamar. 

De acordo com a mãe dela, Maria Aparecida da Silva, os médicos explicaram que a paciente, do município de Itaporã (MS), teve 37% do cérebro comprometido pela infecção, que entrou na corrente sanguínea. Caso sobrevivesse, Andressa poderia ficar em estado vegetativo.

A empregada doméstica lembra que a filha colocou o piercing no lábio inferior há aproximadamente dois meses. A perfuração chegou a inflamar, causando inchaço na boca, lembra Maria Aparecida.

Segundo família, jovem teve 35% do cérebro comprometido pela infecção; ela poderia ficar em estado vegetativo se sobrevivesse
Imagem: Divulgação/Rede Social
"Por volta de 13 de junho, ela começou a passar mal, ter dores fortes de cabeça e febre. Achamos que era dengue, porque estava um surto aqui em Itaporã. Levamos ela no médico e, até então, achamos que era isso, porque eu tive, meu outro filho também", conta.

O quadro de Andressa começou a piorar ainda mais e os médicos indicaram a necessidade de uma ressonância, já que ela reclamava de dores constantes na cabeça.

Para conseguir fazer o exame, ela foi transferida de Itaporã para Dourados. Maria Aparecida conta que, assim que foram tirar a filha da cama para colocá-la na ambulância, a pupila da jovem começou a dilatar.

"Só aqui [em Itaporã] perdemos ela duas vezes [por paradas cardíacas]. Foi para Dourados e aconteceu a mesma coisa. O médico falou para o meu marido que não tinha expectativa de vida para ela. Fizeram a ressonância e descobriram a infecção no cérebro".

Após a ressonância, os médicos começaram a fazer exames para entender o que havia causado o quadro. 

"Vimos que a boca dela estava muito inchada, não tinha como mexer. Inchou tanto que não tinha como tirar [o piercing]. A infecção foi para a corrente sanguínea e, de lá, se alojou no cérebro. Fez cirurgia e foi entubada. Ficou do dia 15 de junho a 9 de julho [na UTI]".

Andressa era casada e deixou um filho de três anos. "Uma menina linda, nova, que tinha tudo pela frente, tinha sonhos. De repente, por causa de uma porcaria que colocou na boca, que causou toda essa dor e sofrimento para ela. Ficou 24 dias sob medicamentos, intubada. Até agora não estou acreditando".

A mãe diz não saber em que estabelecimento a filha aplicou o piercing, mas sabe que ela pagou R$ 60 pela perfuração.

"Nunca tinha visto isso. Falo para as meninas da minha cidade: minha filha passou por isso, evitem. É bonito, é legal, mas traz consequências. Quantas pessoas que colocam e não sabem as consequências? Não imaginava que um piercing fosse causar tanta dor e sofrimento".

Premium Griffes
2R Entregas