Menu
sexta, 22 de janeiro de 2021
Buscar
(67) 9 9954-7979

glória de dourados
Presidente da Câmara de Glória de Dourados é alvo de golpista no 1º dia de mandato
O indivíduo se identificou como promotor e depois inventou uma história para conseguir dinheiro
06 JAN 2021
TopMídia News
08h10


Vereador e Presidente da Câmara de Vereadores de Glória de Dourados Júlio Cleverton dos Santos foi vítima de golpista no 1º dia de mandato
Imagem: Ribero Júnior / Arquivo / MS24h
O presidente da Câmara de Glória de Dourados, vereador Júlio Cleverton dos Santos, escapou de um golpe no primeiro dia de mandato. O bandido se identificou como promotor de justiça e tentou aplicar um golpe para conseguir a transferência de dinheiro.

Júlio Bugelo, como é conhecido, contou na rede social que recebeu uma mensagem de um homem que se identificou como "doutor Carlos Henrique, procurador de justiça" de Fátima do Sul. O suspeito afirmou que teria sido designado para atender a cidade de Glória de Dourados e pediu ajuda do vereador para que alguém da Câmara fosse buscá-lo na cidade, pois o valor de transporte posteriormente seria repassado pelo Ministério Público.

O parlamentar passou o contato do assessor e, inicialmente, acreditou na história. O tal promotor combinou que iria transferir o valor do transporte particular na conta do assessor e forjou a transferência de R$ 3.215,00. 

Depois disso, o bandido ligou para o assessor e disse que transferiu o valor errado e que era para ele tirar o pequeno valor do transporte a Glória de Dourados e devolver o restante, pois seria destinado à escolta.

O rapaz viu que o dinheiro não caiu na conta e até tentou contato com a agência bancária na intenção de devolver o tal valor. Por sorte, o assessor, que não tinha o montante em mãos, ligou para o vereador e contou o fato, que despertou desconfiança.

“A sorte é que o Jo não tinha nada na conta, se não ele tinha transferido, coitado. Ele acreditou mesmo que o cara era promotor. Depois que ele me ligou, eu entrei em contato com o tal promotor e pedi a localização dele, para irmos buscá-lo, mas ele me bloqueou na hora.”

O parlamentar alertou as pessoas sobre a atenção aos golpes. “Gente, são bandidos e eles procuram o nosso ponto fraco. Quando você ver que a história envolve dinheiro, não transfira e não passe seus dados. Nós aqui, não tivemos prejuízos, mas muitas pessoas acreditam e caem na deles.”